Quando um cliente sai às compras, não é somente a qualidade do produto que está em jogo. Ele busca aspectos que envolvem o processo e que trazem conforto, realização e felicidade.

Por isso, na hora de buscar diferenciação para o seu portfólio é essencial que você analise o contexto de maneira mais ampla. Assim, é possível buscar alternativas para descobrir como valorizar o produto e destacá-lo em meio aos concorrentes.

Parece complicado? Pois algumas atitudes simples podem ajudar a melhorar o seu processo de trabalho e garantir que todos os envolvidos saberão como valorizar o produto. Siga a leitura e veja as 6 dicas especiais que preparamos para você.

1. Ofereça o melhor atendimento

Não há maravilha de produto que resista a um vendedor grosseiro, mal informado ou desinteressado. Por isso, o primeiro passo para quem quer entender como valorizar o produto é, sem dúvida, investir no atendimento.

Faça treinamentos, converse com sua equipe e deixe todos bem familiarizados com as características dos seus produtos. Isso ajuda na hora de realizar uma venda e ter desenvoltura para lidar com os clientes.

Outra dica interessante é criar um pequeno roteiro de orientação para os atendentes. Não precisa ser nada engessado, que dê a impressão de um atendimento robotizado. Apenas ofereça algumas diretrizes para facilitar a vida de quem trabalha com vendas.

2. Capriche no ponto de venda

O local onde seus clientes serão atendidos também tem influência direta quando pensamos em como valorizar o produto. Um PDV (ponto de venda) deve ser planejado com cuidado e atenção.

Crie um ambiente agradável e claro, onde as pessoas consigam circular com tranquilidade. Pense em expositores, gôndolas e prateleiras que atendam às necessidades dos seus produtos. Cada negócio tem suas próprias características e não existe um tipo de estrutura ideal.

Os móveis para uma loja de roupas, por exemplo, são bem diferentes dos necessários em uma confeitaria, não é mesmo?

Independentemente disso, a identidade visual da empresa deve estar presente nas cores, elementos gráficos e sinalização. A organização das embalagens e a limpeza também são fatores importantíssimos para melhorar a imagem da marca.

3. Invista em embalagens personalizadas

Para que o PDV fique ainda mais atraente, uma boa opção é investir em embalagens personalizadas. Elas permitem que seu produto ganhe destaque por meio de um design bonito e da valorização das melhores qualidades.

Crie embalagens de acordo com as necessidades do produto e também já pense em como serão expostas. Assim, os clientes perceberão que sua empresa trabalha com cuidado e planejamento em todas as etapas. Isso só trará benefícios.

São por esses e outros detalhes que as embalagens personalizadas agregam valor à marca, sendo importantes quando pensamos em como valorizar o produto.

4. Cuide do relacionamento com os clientes

Para conquistar clientes é importante ir além do bom atendimento. Manter um relacionamento com as pessoas que gostam e consomem a sua marca é uma das melhores maneiras de valorizar seus produtos.

Isso acontece porque os clientes vão criando laços afetivos com a marca e passam a perceber e valorizar aqueles detalhes que estão além da qualidade técnica. Uma ligação ou mensagem no dia do aniversário, por exemplo, fará com que o consumidor veja sua empresa com outros olhos.

Para isso, é essencial manter um cadastro de clientes atualizado. Faça um registro das informações mais importantes sempre que um novo consumidor chegar à sua empresa. Mas, seja breve! Nada de questionários enormes que assustem e tomem muito tempo.

Esse tipo de ação ajuda ainda a conhecer melhor quem são seus consumidores mais fieis, quais suas características e preferências. Acredite, isso é muito importante!

5. Não se esqueça do pós-venda

Se você quer entender como valorizar o produto é preciso ter em mente que o cliente é uma das suas melhores fontes de informação. Assim, investir no pós-venda é uma atitude inteligente.

Aproveite o seu cadastro e faça ligações para alguns clientes um tempo após a compra. Ouça o que ele tem a dizer sobre o item, quais foram os pontos positivos e negativos. Tente manter um tom leve e deixe a pessoa à vontade para ser sincera.

As críticas e elogios recebidos devem servir de base para que você repense os pontos do seu negócio que não estão funcionando muito bem. Não desanime diante de um comentário negativo! A evolução é constante e faz parte de qualquer empresa.

6. Pense no cliente

As 5 dicas anteriores têm um ponto convergente: oferecer ao cliente muito mais do que o aspecto técnico do seu produto. Isso porque o valor percebido está em pontos além do básico.

Quando um cliente compra um cupcake, por exemplo, ele não está querendo apenas matar a fome. Certamente ele busca outras sensações e satisfações que um doce pode proporcionar. Por isso, pense sempre nas pessoas.

Analise seus clientes e tente entender o que eles buscam, quais são seus desejos e aspirações. Muitas vezes, a solução para valorizar o produto está em algo bem mais simples do que parece. Siga as dicas que trouxemos, faça testes e vá monitorando os resultados. Aos poucos, você conseguirá ter uma visão mais ampla do seu negócio e do que atrai de verdade o seu consumidor.

A lista de dicas sobre como valorizar o produto é bem mais longa do que esta que trouxemos. Tudo o que envolve o seu negócio pode impactar positiva ou negativamente a percepção dos clientes sobre a empresa. É o caso das práticas sustentáveis, por exemplo, que podem melhorar a imagem da sua marca e gerar valor para o seu produto.

Não se esqueça de escolher sempre os melhores fornecedores para garantir a qualidade dos materiais produzidos. Afinal, é a imagem de sua marca que está em jogo. De nada adianta investir em um PDV lindo com peças mal impressas, que descolam e desbotam facilmente.

Agora que você já viu as dicas especiais que trouxemos sobre como valorizar o produto, não pare por aqui! Curta a nossa página no Facebook e fique sempre por dentro das melhores novidades para o seu negócio.