7 dicas para escolher as embalagens para produtos frágeis

Um dos principais cuidados que os varejistas precisam ter com suas mercadorias é garantir que elas cheguem à casa dos clientes com segurança. Para isso, é preciso investir em materiais de embrulho de qualidade, principalmente nas embalagens para produtos frágeis.

Na verdade, cada produto requer um tipo de embalagem diferente, que garanta sua proteção e segurança. A prática é bem-vista pelos consumidores e garante para eles uma experiência de compra de qualidade, contribuindo para sua satisfação e retorno à loja.

Pensando nisso, colocamos abaixo 7 dicas para você escolher embalagens para produtos frágeis e fazer seu envio de forma correta, garantindo os melhores resultados para o seu negócio. Confira!

1. Avalie as necessidades de cada produto

O primeiro passo para escolher uma embalagem para produtos frágeis é avaliar o item e suas necessidades. Em alguns casos, eles podem exigir materiais mais flexíveisou firmes e cuidados específicos no momento de embrulhar para o transporte.

Um exemplo disso são os artigos de vidro, que normalmente são colocados em embalagens firmes de papelão para exposição e depois são embrulhados em jornal e plástico-bolha para o transporte, além de serem entregues em sacolas na loja ou em uma caixa maior na transportadora. Nesse caso, o pacote é totalmente preenchido com isopor ou outros itens de proteção para evitar que o produto se movimente e quebre.

2. Use materiais resistentes e de qualidade

O ideal é que os materiais utilizados nas embalagens individuais de itens frágeis sejam resistentes e de qualidade, evitando que elas sejam danificadas facilmente e deixem o produto exposto a possíveis riscos. O uso de lacres também é indicado em alguns casos.

Os materiais utilizados para fazer o transporte dos itens frágeis deve ser igualmente ou até mesmo mais resistente e de alta qualidade. Isso porque eles representam a camada externa de proteção dos produtos e devem ser capazes de receber os possíveis impactos do trajeto, mantendo os itens intactos.

3. Escolha artigos específicos de proteção

Como dissemos, uma prática comum — e muito indicada — ao embalar produtos frágeis é usar artigos específicos para a proteção dos itens, que ajudam na absorção de impacto e reduzem as chances de danos durante seu transporte. Alguns exemplos desses materiais, são:

  • caixa de papelão: ideal para segunda embalagem, podendo ser nova ou usada, devendo apenas ser robusta;
  • paletes: usados no transporte de caixas grandes, evitando que elas se movimentem dentro do veículos;  
  • isopor: usado para amortecer as caixas de papelão internamente;
  • espuma: também usadas para acolchoar a caixa de papelão;
  • papel de embalagem: usados para embrulhar os itens antes da segunda embalagem;
  • plástico-bolha: outro item usado para proteger os produtos dentro de caixas;
  • fita adesiva: para selar as embalagens com segurança;
  • fita métrica: usada para medir as dimensões de embrulhos que serão transportados em conjunto e fazer sua organização;
  • balança: para pesar os itens e garantir que nenhum produto mais pesado fique sobre outro mais leve.

O ideal é usar esses materiais conforme a necessidade do seu mix de produtos e ter todos os profissionais preparados para fazer uma embalagem correta no estabelecimento e centro de distribuição.

4. Considere utilizar mais de uma embalagem

Outra dica para selecionar embalagens para produtos frágeis mais eficientes é utilizar mais de um item de embrulho. Nesse sentido, as mercadorias podem apresentar:

  • embalagem primária: aquela que apresenta contato direto com o produto, normalmente menos resistentes;
  • embalagem secundária: destinada ao armazenamento e transporte dos itens, são mais resistentes e específicas para proteção;
  • embalagem terciária: mesma função do item anterior, porém, ainda mais resistente e usada em transportes logísticos e para itens maiores, como contêineres e paletes.

O uso desses itens depende das necessidades de cada tipo de produto e seu meio de transporte. Por esse motivo, é importante entender essas questões antes de selecionar o modelo de embalagem para o mix de produtos da empresa.

5. Sinalize os produtos na caixa

Mesmo utilizando materiais específicos para proteção e mais de uma embalagem para produtos frágeis, é indicado que essas mercadorias recebam algum tipo de sinalização em seus embrulhos, garantindo que eles sejam identificados facilmente pelos profissionais que os manuseiam e fazem seu transporte.

Para isso, podem ser usados marcadores e escritos em letras bem grandes e visíveis, bem como adesivos e fitas adesivas de cores específicas — como vermelho e amarelo — para facilitar a identificação das embalagens frágeis.

6. Organize o transporte por porte e dimensões

Quando a empresa trabalha com o transporte e entrega dos itens, é indicado que sejam tomados alguns cuidados básicos na organização e disposição das caixas dentro do veículo, são eles:

  • itens frágeis sempre devem ser colocados por cima dos mais pesados e com menor risco de dano durante o transporte;
  • caixas maiores ficam por baixo;
  • devem ser usadas amarras e itens de segurança para que as caixas não se movam.

O ideal é que os profissionais sejam treinados para cumprir com essas regras, evitando problemas que geram prejuízos durante o transporte dos itens. Além disso, é indicado deixar um protocolo de forma visível no ambiente de empacotamento.

7. Tenha um fornecedor de embalagens de confiança

Por fim, para garantir que a empresa tenha boas embalagens para produtos frágeis e para os demais itens do mix, é importante procurar por um fornecedor de qualidade, que tenha experiência na produção de materiais diversos para proteção e segurança de mercadorias.

O ideal é que esse fornecedor também ofereça um serviço de qualidade e opções de personalização das embalagens, uma vez que esses itens também representam uma ferramenta de marketing e canal importante de comunicação para a empresa. Nesse sentido, é indicado que a contratação considere o custo-benefício da parceria, não apenas o preço do mercado.

Depois de todas essas informações, fica evidente que a escolha de embalagens de qualidade é fundamental para garantir uma boa experiência de consumo aos clientes, bem como para o sucesso do varejo. Para isso, é indicado acompanhar as dicas listadas acima e usar materiais adequados para proteger os itens frágeis do seu mix de produtos.

Agora que você sabe mais sobre a importância das embalagens para produtos frágeis e como fazer sua seleção, acha que é o momento de encontrar um fornecedor de qualidade? Então entre em contato com a Ideia Embalagens, especialista no assunto, e selecione as melhores opções para o seu negócio!

Mais Artigos Para Você

Doces para vender na Páscoa: 9 ideias que podem aumentar seus lucros

Se você é fã de chocolate, sabe que a Páscoa é um dos feriados mais aguardados do ano, não é …

Qual a diferença entre identidade e imagem da marca?

Criar uma marca significa reunir conceitos palpáveis e intangíveis. Ela é muito mais do que apenas um nome ou uma palheta de …

3 motivos para adotar embalagens personalizadas para alimentos

Você já pensou nas vantagens de adotar embalagens personalizadas para alimentos? Investindo nelas é possível fortalecer a sua marca, conservar e transportar …

Afinal, por que devo usar embalagem personalizada para ovo de Páscoa?

A embalagem personalizada para ovo de Páscoa é uma importante ferramenta de marketing para aumentar as vendas nessa época do ano. A …

Conheça os tipos de acabamento de embalagem que beneficiam seus produtos

Investir em acabamento de embalagem agrega muito valor aos produtos e beneficia as vendas do seu negócio. As embalagens com acabamento envernizado …