Hoje em dia, o termo sustentabilidade já é familiar para a maioria das pessoas. No entanto, para quem ainda não compreende o seu exato significado, estamos falando da interação com o meio em que vivemos, preservando-o da melhor maneira possível, por meio de práticas sustentáveis.

A importância disso é garantir que as gerações futuras possam desfrutar das condições básicas de sobrevivência no planeta. Para isso, é essencial preservar a água, as fontes de energia renováveis e todos os recursos naturais necessários à manutenção da vida.

No meio corporativo, para que uma organização se autodenomine sustentável, ela deve ter uma postura ecologicamente correta e socialmente justa. Essas ações, quando bem alinhadas, tornam-na economicamente viável, uma vez que valorizam a imagem da empresa perante os clientes e parceiros.

Então, para que você conquiste ainda mais clientes e o seu negócio ganhe força, que tal conhecer melhor 8 dessas práticas sustentáveis? Acompanhe o post!

1. Reduzir os recursos que agridem o meio ambiente

A redução de resíduos poluentes é uma preocupação constante, porém, ainda não é uma medida adotada por grande parte das empresas. Para adquirir a reputação de organização sustentável, é fundamental introduzir ações ecológicas no funcionamento da empresa como um todo.

Essas ações incluem desde as mais simples medidas, como incentivar os funcionários a não usarem copos descartáveis ou a reduzirem o seu consumo, até deixar de lançar resíduos químicos em rios.

Materiais de uso constante, que costumam ser descartados, como plástico, vidro e outros, que podem ser reaproveitados de diversas maneiras, podem ser destinados à reciclagem. Papéis usados para impressão servem como rascunho ou bloquinhos de anotação.

Todo esse material, depois de usado até o limite, vira lixo que pode ser separado de acordo com a sua composição. As alternativas são inúmeras, conforme o ramo de atuação de cada empreendimento. Além disso, o produto objeto de comercialização da empresa pode ter atributos recicláveis, como embalagens, por exemplo.

2. Utilizar/fabricar embalagens com material reciclável ou biodegradável

A indústria de embalagens tem, nas mãos, uma boa oportunidade de aliar inovação com práticas sustentáveis, aderindo ao uso de materiais recicláveis ou biodegradáveis. A redução do impacto ambiental é de extrema relevância, valorizando a marca e o produto.

Com a reciclagem, é possível transformar a embalagem em outro item, como as garrafas PET, que são amplamente usadas na indústria têxtil para a fabricação de roupas e acessórios. Esse processo reduz a extração de matéria-prima da natureza e diminui o consumo de energia.

As embalagens biodegradáveis se decompõem por meio da ação bacteriana. Assim, transformam o material em produto orgânico, água e CO2, valendo-se de um processo natural e limpo para deteriorar artefatos produzidos pelo homem.

3. Economizar água, energia e papel

O emprego de campanhas para economizar esses itens tão necessários no dia a dia de uma empresa pode ser desafiador, mas de grande importância para o meio ambiente.

A ideia é implementar, nas práticas cotidianas, atitudes sustentáveis que se tornem hábitos, de modo que, com o tempo, ninguém mais perceba que está dedicando um esforço a mais para economizar itens que normalmente são consumidos indiscriminadamente, como o uso de copos descartáveis.

Dessa forma, ações simples devem ser automáticas, como pensar duas vezes antes de imprimir uma folha de papel, fechar bem a torneira após o uso, desligar a luz e equipamentos que não estão sendo usados e outras coisas pequenas, que, somadas, resultam em um grande volume.

Ao longo do tempo, essas práticas sustentáveis tornam-se um enorme ganho para a natureza e também para a economia da empresa.

 4. Usar fontes de energia renovável

As ações ecológicas no mundo empresarial tornaram-se praticamente uma obrigação para aqueles que pretendem ganhar visibilidade nesse mercado cada dia mais competitivo.

Por isso, é muito pertinente pensar seriamente em uma forma de usar fontes renováveis de energia, como a solar, que vem ganhando espaço rapidamente nas empresas do mundo todo. Por causa disso, a instalação desses sistemas já não tem um alto custo para empreendimentos que adotam essas práticas sustentáveis.

Atitudes como essa, além de estimularem a criação de uma corrente de sustentabilidade, servem como exemplo e incentivo a outras empresas, oferecendo mais segurança e diferencial ao seu público-alvo.

5. Adotar ações de igualdade de oportunidades

As medidas pragmáticas de economia de materiais, reciclagem e outras tantas são vitais para a imagem e o bom funcionamento das empresas modernas. No entanto, essas não são as únicas atitudes que contribuem para o prestígio das organizações.

O consumidor, no geral, tende a priorizar companhias que mantêm programas de contratação, promoção e capacitação de mulheres, negros, portadores de deficiência e outros grupos com histórico de segregação na sociedade.

Porém, é importante pontuar que essas ações de igualdade têm o cunho de realmente dar oportunidades àqueles que sempre sofreram discriminação. Não se trata apenas do cumprimento de um protocolo. Tais programas devem ser efetivos de tal maneira que chamem a atenção por si, sem a necessidade de nenhum tipo de publicidade.

A intenção de promover a inclusão deve ser encarada seriamente, como de fato ela é, sem máscaras; sem hipocrisia. Essa é a única maneira de se fazer justiça social e o público tem demonstrado preferência por empresas com esse tipo de postura.

6. Praticar uma remuneração justa

Da mesma forma que a inclusão social é importante, assim é a remuneração justa. Assegurar esse direito aos trabalhadores, garantindo a eles a possibilidade de manter um nível de vida compatível com a dignidade humana, é o sonho de consumo de todo cidadão.

É também uma ação extremamente valorizada pelos consumidores, pela carga de comprometimento envolvida. Preocupar-se com o bem-estar daqueles que contribuem para o crescimento da sua empresa é uma questão de humanidade.

7. Assumir um compromisso social

É possível criar, dentro da companhia, em parceria com os colaboradores, projetos com o intuito de preservar o meio ambiente. Da mesma forma, a adoção de medidas com relação aos produtos e serviços, visando à segurança dos clientes, é também uma prática muito valorizada.

Além disso, os funcionários que integram o quadro de empresas engajadas nas causas ambientais costumam sentir-se satisfeitos e orgulhosos de fazer parte da organização.

8. Formar consumidores conscientes

Muitas vezes, o consumidor não tem muita consciência das práticas sustentáveis que a empresa cultiva. Quando o produto ou serviço não tem um apelo muito voltado às questões ecológicas, algumas dessas ações permanecem ocultas.

É importante que o seu público entenda profundamente a relevância de praticar ações de sustentabilidade. Ele precisa saber o quanto isso é vital para todo o sistema.

A promoção de programas informativos e educativos pode levar melhor conhecimento à população sobre os impactos ambientais e sociais dos seus hábitos de consumo.

Estamos vivendo em uma época de grandes transformações. A tecnologia impactou demais a vida das pessoas e serve como importante aliada para a conversão de um mundo erigido sobre bases exploratórias para um novo mundo de minimização do uso de recursos e colaboração mútua. Tudo isso pode ser conquistado com boas práticas sustentáveis.

E você, já tem feito a sua parte para cooperar com um mundo mais sustentável? Ajude a espalhar essa ideia compartilhando este post nas suas redes sociais!