Você com certeza já ouviu falar da “onda gourmet” dos alimentos. Não sabe o que é? Trata-se de alimentos comumente consumidos por nós, mas que receberam um tratamento especial em seus ingredientes, sua forma de fazer e até mesmo nas suas embalagens, adquirindo, assim, esse novo status — e, com certeza, novos e incríveis sabores.

O produto é chamado gourmet, pois, com as inovações, sua aparência ficou mais interessante e sofisticada, oferecendo muito mais do que o básico conhecido. E, consequentemente, também ficou mais caro no mercado. Os alimentos gourmetizados podem ser diversos, desde salgados, pipoca e tapioca aos doces mais nobres.

Na realidade, os doces estão por dentro dessa onda praticamente como os principais alimentos que fazem sucesso em sua versão gourmet. Neste artigo, vamos explicar um pouco sobre a tendência de mercado dos doces gourmetizados, que tem colaborado para que pequenos empreendedores cresçam em seus negócios. Leia e descubra mais!

Quais são os principais exemplos de doces gourmetizados?

Se você parar para pensar um pouco, já deve ter observado em food trucks, docerias ou mesmo em cafés e delicatessens do bairro a presença dos docinhos gourmet. O bom e velho brigadeiro, por exemplo, recebeu o “raio gourmetizador” e apresenta infinitas versões de sabores e formas de ser feito.

Brigadeiros

Há o brigadeiro belga, elaborado com o importado chocolate da Bélgica, que caiu no gosto dos brasileiros. E há o brigadeiro que não necessariamente é feito de chocolate, como de leite em pó (geralmente com leite Ninho), baunilha, farinha láctea e até pistache e outras oleaginosas.

Os brigadeiros podem ainda receber mais de um sabor, sendo recheados, como o brigadeiro de leite em pó com recheio de creme de avelã (Nutella); o de cookies, que leva pedaços de biscoito; e o de churros, feito com canela e recheio de doce de leite. Outros itens podem ser adicionados às receitas, como pedaços de macadâmia, amêndoas trituradas e castanhas-de-caju.

Palha italiana

A palha italiana também recebeu versões assinadas por chefs de cozinha. Pode abandonar o já tradicional biscoito da sua receita, e pode usar brigadeiro branco e pedaços de Oreo, virando a palha italiana de Oreo.

Ou também brigadeiro de leite em pó ou creme de avelã, coberta com coco ralado ou farinha láctea. São muitas as combinações de doçura!

Camafeu de nozes

O tradicional camafeu de nozes proporciona receitas diferentes do fondant de cobertura, que transformam sua cor branca mais corriqueira e seu formato. E também ganhou outros sabores, como o camafeu de amendoim e o camafeu de morango.

Churros

Os churros agora recebem cuidados extras em sua fritura e levam doce de leite importado, seja argentino ou cubano.

E existem inúmeras combinações de recheio e coberturas, como confeitos, bombons, castanhas, morangos, leite em pó e creme de avelã. São tantas as opções de recheio e cobertura, que fica até difícil escolher!

Que elementos fazem um doce gourmet?

Todavia, não é só combinar alimentos diversos para que um doce comum se torne gourmet. É preciso pensar no diferencial desses alimentos. Por exemplo, o doce de leite ou o chocolate das receitas não deve ser qualquer um.

Os doces gourmetizados prezam pela diferença em seu sabor, e esse toque refinado vem com produtos mais sofisticados, como os itens importados. Se forem locais ou mais básicos, como o leite em pó, que seja o mais conhecido e de qualidade e tradição no mercado.

Isso porque o termo “gourmet” se relaciona com a ideia de alta gastronomia, que exibe origem específica ou realmente abrange ingredientes importados ou mais caros em sua composição, de modo a tornar o alimento mais “nobre”.

O título de doce gourmet traz uma valorização para o alimento, fazendo com que seja vendido não somente o produto, mas sim a experiência incrível ao consumi-lo.

As sensações englobam não apenas a composição dos alimentos, os ingredientes e sabor, mas também a forma como eles são oferecidos. Como visam surpreender e bem atender as classes média e alta, a apresentação dos doces também é muito importante.

E as embalagens?

As embalagens desses produtos costumam ser especiais e diferenciadas. Os churros não são mais colocados dentro dos saquinhos de papel, por terem cobertura. Eles são “deitados” em uma caixinha personalizada, firme, colorida e com a marca do estabelecimento.

As palhas italianas são embaladas uma a uma, seja em saquinhos transparentes ou em papéis coloridos especiais. Ou mesmo em tecidos. Recebem um laço de cetim e adesivo do fabricante em seu acabamento.

Os brigadeiros são alocados em caixas de presentes, especialmente pensadas para encantar. Muito bem embalados em caixas similares às de doces importados, podem variar no tamanho e na quantidade. A tampa normalmente é transparente, já que os docinhos gourmetizados têm ótimo apelo visual. E um belo laço de fita também completa a doçura da embalagem. Sem falar nas forminhas dos brigadeiros, que também são de cores e formatos diferentes do mais usual.

Tudo deve ser pensado. As embalagens precisam ser bonitas e vistosas, e a ideia de vender os doces em um kit sempre é muito bem apreciada. Tudo o que for bonito vai agregar valor ao seu produto!

Quais as vantagens de investir em doces gourmetizados?

A principal vantagem é que os doces, apesar de inovar nos ingredientes, não necessariamente mudaram a maneira como são feitos. A forma de preparo continua a mesma. Na maioria das vezes, não existe grande dificuldade em fazê-los, como no caso dos brigadeiros: quem faz o básico pode muito bem aprender alguns pequenos segredos para fazer as versões gourmet.

Além disso, é possível cobrar até o dobro do valor cobrado por um docinho tradicional. Um brigadeiro comum custa, em média, R$ 2,00; mas um brigadeiro gourmet pode ser vendido por R$ 4,00. Obviamente, tudo deve ser calculado de acordo com os gastos e o valor investido na produção, visando a melhor forma de obter lucro.

Já existem cursos de doces gourmet, para que empreendedores adquiram mais conhecimento de suas composições e conheçam novas combinações e sabores para diversificar seu cardápio. Como essa área está em crescimento no país, vale a pena investir no seu negócio!

Agora que você já sabe quase tudo sobre os doces gourmetizados, que tal começar ou ampliar a sua produção? Chegou o seu momento de crescer como empreendedor! Mãos à obra!

Este artigo foi útil para você? Deixe aqui seu comentário, com suas dúvidas ou sugestões!