O sucesso de uma empresa depende do desempenho de vendas de seus produtos ou serviços, não é verdade? Por sua vez, o produto depende de aspectos como: preço atrativo, qualidade, distribuição e, é claro, comunicação com o público.

Na batalha pela preferência do consumidor, tem vantagem a empresa que consegue atrair mais atenção dos clientes. Por isso, a embalagem tem um papel fundamental em todo o processo.

No post de hoje mostraremos como funciona a associação de marca e como as embalagens fazem a comunicação da marca com o público-alvo do empreendimento. Ficou interessado? Então, continue a leitura para conferir!

O que é marca e por que a imagem de um produto é tão importante?

O conceito de marca é um tanto abrangente, mas no quesito comercial podemos afirmar que a marca de um produto representa a união de variadas características concretas e abstratas, aderindo uma identidade à empresa que fornece esse produto ao mercado.

Outra definição mais direta retrata a união de um nome, símbolo, slogan ou termo, com a intenção de identificar bens ou serviços de modo que se diferenciam de seus concorrentes. Podemos afirmar, ainda, que a marca se caracteriza como todo o processo de oferta e entrega de um determinado produto ao seu público-alvo.

Como funciona a construção gráfica de uma marca?

A construção gráfica de uma marca passa por diversas etapas, incluindo:

  • pesquisa de mercado;

  • verificação de cores e identificação de fonte de estudos aprofundados, sobre a psicologia do consumidor e melhor adequação do símbolo ao produto ou serviço oferecido;

  • formulação da identidade visual da marca, podendo ser o logotipo ou ícone que não somente identifica, mas diferencia uma empresa da outra;

  • aplicação do design ideal para as embalagens, uniformes, e outras formas de comunicação da marca com o público.

A partir deste momento, a embalagem passa a ter um papel fundamental em todo o processo, servindo como uma ferramenta que ajuda a alavancar o marketing do empreendimento.

Além de chamar a atenção do consumidor, a embalagem faz com que a marca se posicione e transmita emoções que acionam sentimentos no público, levando-o a fazer a compra do produto.

Por que as associações de marca funcionam?

O conceito de associação está diretamente ligado a uma imagem, lembrança ou sentimento que surge no subconsciente do consumidor quando ele entra em contato com uma empresa, ou pensa em sua marca. Esse processo acontece de forma natural e sem qualquer tipo de pressão, aparecendo de forma espontânea na mente do cliente.

Portanto, é correto dizer que as associações de marca funcionam, pois são ideais que agregam um valor diferenciado ao produto ou serviço.

Em outras palavras, uma associação sempre conduz o consumidor a ter preferência por uma determinada marca em vez de outra, ainda que ele não necessite do poder de compra naquele momento.

Se você parar para pensar, isso se torna ainda mais complexo porque envolve aspectos como satisfação, preço, disponibilidade, entre outros, mas as associações conseguem criar sentimentos mais fortes entre o cliente e a empresa como respeito, admiração e lealdade (fidelização de consumidores).

Qual é a importância das associações de marca?

Chamadas fortes e ações de marketing eficientes, quando ligadas a uma marca que já está associada à mentalidade do consumidor, são capazes de gerar lembranças naturais e reconhecimento da marca e seu lugar no mercado.

Lembrando, ainda, que as associações de marca podem ser distintas, positivas e até mesmo exclusivas. O fato é que são as experiências passadas que refletem qual o tipo de sentimento o consumidor associará ao produto ou serviço, podendo gerar uma nova compra, já que a experiência anterior foi positiva ou razoável.

Como a associação de marca funciona na mente do consumidor?

Quando realizada com eficiência, a associação de marca pode ser muito poderosa para determinados compradores. O principal exemplo disso é famoso “boca a boca”, que muitas vezes faz com que a experiência de compra positiva de um indivíduo o leve a indicar a marca para uma pessoa próxima, gerando um novo ciclo de compras.

Por isso, é imprescindível que as companhias fiquem atentas e procurem sempre gerar ótimas lembranças no consumidor, até mesmo em relação a aspectos como:

  • bem-estar na hora da compra;

  • comodidade;

  • atendimento;

  • qualidade.

A associação de marca é um processo fundamental que, quando bem inserido na mentalidade do consumidor, o leva a desejar fazer novas compras não somente por causa do produto que ele adquiriu, mas também por conta da experiência como um todo.

A neurociência afirma que os neurônios, quando ativados em conjunto, criam sinapses e formam pensamentos, imagens e lembranças. Portanto, se um indivíduo, por exemplo, anda por um shopping e olha para uma televisão de uma determinada marca com ótimo design e recursos modernos, seu cérebro associará aquela marca a conceitos-chave como “ótimo design”, “modernidade”, qualidade” e assim por diante.

Nesse contexto, o marketing aproveita para fazer a comunicação da marca por meio das lembranças que sustentam o bom relacionamento entre o cliente e a empresa. Logo, percebe-se que as associações de marca guiam os pensamentos, opiniões e, é claro, as ações dos consumidores sobre uma marca.

O que deve compor a marca?

A imagem ideal que será estampada tanto no site da empresa, como nos uniformes dos funcionários, em seus veículos e nas embalagens de seus produtos deve transmitir os seguintes conceitos ao consumidor:

  • confiança;

  • credibilidade;

  • qualidade;

  • ética;

  • responsabilidade.

O processo de diferenciar uma empresa da outra se dá no posicionamento e na exploração do mercado de maneira inusitada, já que quanto maior a força que a marca carrega, mais presente ela será no segmento em que atua.

Como as embalagens são capazes de fazer a comunicação da marca?

Como já foi dito, o departamento de marketing tem uma volumosa quantidade de recursos para trabalhar na mentalidade do consumidor, quando a marca de uma empresa é associada a aspectos positivos, correto?

Por isso, a embalagem dos produtos ou serviços tem um papel fundamental em todo esse contexto, pois a impressão visual é capaz de ativar essas experiências no público-alvo da organização.

Por exemplo, basta avistar aquele “M” gigante do MacDonald’s em cores vivas para explorarmos, quase que de forma automática, lembranças como aromas, sabores e imagens positivas armazenadas em nosso subconsciente. Ou então, ver o símbolo da maçã (Apple) no exterior de um smartphone para saber que aquele dispositivo tem muita qualidade, recursos modernos e grande valor de mercado, não é verdade?

Portanto, podemos concluir que o processo de associação, ligado a ótimas estratégias de marketing, identidade visual e design inovador nas embalagens, são fatores que podem consolidar a imagem de uma marca no mercado em que ela atua.

E você? Ainda tem alguma dúvida sobre como as embalagens são capazes de fazer a comunicação da marca? Tem alguma experiência ou dica sobre o assunto que queira compartilhar? Então deixe o seu comentário!