Ultimamente, muita gente alimenta o sonho de ser empreendedor e libertar-se das amarras dos horários fixos, chefes inconvenientes, falta de motivação e mais uma lista extensa de frustrações. Porém, não é todo mundo que tem coragem para deixar o emprego e abrir um negócio.

O medo de virar a própria mesa é compreensível, afinal, sendo bom ou não, o trabalho convencional garante um salário que paga as contas e mantém certa estabilidade. Sem ele, as reservas podem acabar antes que a sua nova empresa comece a dar frutos.

Por outro lado, a ideia de ganhar o que você merece, sem as pressões torturantes de um chefe, atuando em uma área mais interessante e, ainda, gerenciando os seus horários como lhe convém pode ser libertador em muitos sentidos.

Pensando em tudo isso, fizemos uma lista com 6 situações comuns em ambientes de trabalho que sinalizam quando chegou a hora de se tornar um empreendedor. Que tal conferir?

Suas ideias não são valorizadas

Você está sempre tentando apresentar soluções inovadoras, mas é constantemente ignorado ou destratado? Pois, saiba que você não é o único. Muitas empresas ainda resistem e apegam-se bravamente a conceitos ultrapassados sob o argumento de que sempre funcionaram bem da maneira que estão.

Sabemos que a inovação é fundamental para melhorar a visibilidade dos negócios no mercado atual. Aliás, é mais que isso: no mundo de hoje, inovar é importante para a sobrevivência das empresas.

Portanto, se você se sente tolhido e desmotivado com o seu chefe, não tenha medo de tomar as rédeas da sua vida e aplicar os seus conhecimentos naquilo que é seu. No momento em que fizer isso, verá como é instigante trabalhar nos seus próprios projetos, sem hora para parar.

Você é criticado

As críticas construtivas são muito bem-vindas para melhorar a performance no trabalho e ajudar a tomar decisões mais assertivas. O bom e velho bate papo com o chefe pode revelar aspectos passíveis de mudança e que passaram despercebidos por você.

O problema se instala quando o seu superior perde a linha e resolve criticá-lo em público, causando constrangimento perante seus colegas de trabalho. Essas questões devem ser resolvidas reservadamente e ninguém é obrigado a tolerar humilhações no trabalho para garantir seu cargo. Pense bem se esse não é mais um sinal para se lançar numa carreira solo.

Não há motivação para ir trabalhar

Você tem começado as semanas já sonhando com a chegada da sexta-feira? Se isso acontece de vez em quando, pode ser apenas insatisfação com uma má fase, mas, se os altos e baixos são trocados por desmotivação perpétua, é melhor largar tudo e começar do zero.

Sabemos que não existe emprego perfeito e engolir sapos eventualmente é normal. No entanto, se isso é recorrente e você não vê perspectivas de mudança, talvez esse ciclo tenha de fato chegado ao fim.

As pessoas geralmente têm a tendência de suportar os piores tormentos em seus empregos muito bem remunerados, que garantem um status invejável, mas sem a mínima motivação, por medo de perder tudo o que conquistaram.

Sacrificam o bem-estar pessoal e familiar, o sono, a saúde e a paz. Mas, acredite, nada disso vale a pena. Essa coleção de péssimos frutos pode ser um claro sinal de que esse estilo de vida não corresponde mais aos seus objetivos de carreira e de vida.

A prática do autoconhecimento está sendo cada dia mais buscada por um número considerável de pessoas, que ousaram deixar os seus cobiçados empregos por uma vida mais minimalista. Ficar livre de preocupações excessivas abre espaço para desfrutar de satisfação pessoal em atividades mais simples, prazerosas e que fazem a diferença na vida de muita gente, principalmente na sua.

Você não vê um propósito no seu trabalho

Depois de certo tempo trabalhando em uma empresa, você consegue alcançar determinados objetivos práticos como: estabilidade, um salário compatível com as suas necessidades e outros atributos do gênero.

No entanto, chega um momento em que você precisa de algo mais, passa a desejar sentir-se parte de algo maior. Muitas vezes, necessitamos da sensação de que a execução das nossas tarefas causou algum impacto relevante na vida das outras pessoas.

Nem sempre isso acontece e nos sentimos frustrados e vazios. É nessa hora você tem uma sensação de perda de tempo na empresa em que trabalha. A alternativa, mais uma vez, pode estar na concretização dos seus desejos para associar o propósito pessoal à vida profissional e se realizar com um todo.

Suas ideias para desenvolver um projeto já estão maduras

Um sinal claro de que você está plenamente apto a investir no seu negócio está na capacidade de desenvolver habilidades empreendedoras dentro do seu próprio emprego. Isso quer dizer que você se transformou em um intraempreendedor.

Se você já consegue mover-se, transitando entre os departamentos da corporação, inspirando os seus colegas, solucionando problemas com o apoio deles, liderando processos e outras capacidades desse tipo, já está pleno para investir na sua empresa ou projeto.

Suas ideias já estão maduras para serem postas em prática, e você poderá desempenhar plenamente o papel de um empresário, assumindo todas as responsabilidades que um empreendimento demanda.

Seu projeto exige muito do seu tempo

Você continua no emprego formal, mas já colocou as suas atividades paralelas para funcionar. Contudo, sente que o negócio poderia se expandir melhor se investisse mais tempo nele?

Trabalhando formalmente em horário comercial, as oportunidades para fechar negócio ficam prejudicadas e a fluidez do seu relacionamento com os clientes também pode ser afetada. Ao notar que está passando algum tipo de insegurança a eles, talvez seja mesmo o momento ideal para repensar a necessidade de insistir em conciliar o trabalho formal com o seu empreendimento.

Esses sinais acontecem quando você não pode acompanhar os clientes em horário comercial para resolver alguma questão, ou o seu e-commerce fica fora do ar e você não tem disponibilidade para solucionar o problema rapidamente, por estar em horário de trabalho.

No começo, era possível organizar tudo em tempo hábil e ajustar perfeitamente o emprego formal com o negócio particular. Agora, o seu tempo já não é mais suficiente para fazer tudo bem feito, com a agilidade e o comprometimento necessário a fim de atender bem a sua clientela e impulsionar o empreendimento satisfatoriamente.

Quando as coisas atingem esse patamar, os conflitos podem atrapalhar a concretização dos seus sonhos. Esse é mais um sinal que chegou a hora de sair da zona de conforto definitivamente e abraçar o seu projeto em tempo integral.

Realizar o sonho de ser empreendedor é muito desafiador para a maioria das pessoas, mas passar uma vida inteira apenas sonhando enquanto você faz o que não gosta para engordar a conta bancária de uma corporação significa perder uma vida. Por isso, saiba o que te traz maior realização, organize-se e coloque a mão na massa sem medo.

Se você já tem alguma ideia sobre a atividade que poderia ser a realização da sua vida, leia este post e conheça eventos de empreendedorismo que vão ajudar no caminho rumo ao sucesso!