A competição no mercado é cada vez mais acirrada. Com a evolução da tecnologia, a busca por diferenciação e destaque vai além da técnica de fabricação dos produtos. Neste ponto, as embalagens sustentáveis têm papel importante.

A preocupação social e ambiental ganhou espaço entre os consumidores e as empresas que apostam nessa ideia conseguem pontos importantes na fidelização de clientes. Com a grande semelhança entre produtos e preços, muitos clientes acabam tomando a decisão de compra com base em atributos mais subjetivos.

A percepção da marca, a experiência de compra e, claro, a preocupação com o planeta acabam pesando na decisão. Por isso, investir nestes pontos é uma atitude de gestores comprometidos com os resultados.

Para ajudar a entender um pouco mais sobre essa tendência, preparamos este post com informações importantes sobre o papel das embalagens sustentáveis na geração de valor para sua marca. Vamos conferir?

1. Sustentabilidade e valor de marca

Para entender melhor a importância da sustentabilidade para uma marca, precisamos conhecer o seu real significado. Esse termo, muito comum nos últimos tempos, envolve uma série de conceitos, em diversos níveis de complexidade.

“O desenvolvimento sustentável significa responder às necessidades das gerações presentes sem pôr em perigo a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades — ou seja, uma melhor qualidade de vida para todos, agora e para as gerações vindouras”. (Revisão da Estratégia de Desenvolvimento Sustentável da UE, 2009)

Podemos simplificar dizendo que a sustentabilidade é a capacidade de produzir e consumir, utilizando recursos naturais, sem comprometer as próximas gerações.

Partindo desse ponto, é possível entender o peso da sustentabilidade para a geração de valor de uma marca. Isso acontece porque, com ações de preservação e recuperação do meio ambiente, a empresa é vista pelos consumidores de maneira positiva.

Maneiras de ter uma empresa sustentável

A sustentabilidade pode ser incorporada na estrutura da empresa através de diversas ações. Economia de água, energia, reaproveitamento de materiais e reciclagem são as mais comuns. Entretanto, alguns setores possuem características que permitem medidas específicas. A diminuição da emissão de poluentes, de ruídos e a recuperação de áreas degradadas são ótimos exemplos a serem seguidos.

Outro ponto crucial é o descarte correto de lixo e resíduos de produção. Siga sempre as legislações ambientais e garanta que os descartes estão indo para o lugar correto, evitando assim multas e outros prejuízos à imagem da empresa.

A importância de comunicar suas ações

Um passo importante para que as ações de sustentabilidade reflitam positivamente na marca é a comunicação clara e consistente. Isso vale tanto para o público interno quanto para o mercado. Nos dois casos, a divulgação das estratégias, seus objetivos e resultados ajudam a melhorar a imagem da empresa. Para os funcionários, isso tem ainda outro papel importante: é essencial que todos comprem a ideia e sintam-se parte do processo. O engajamento garante o sucesso e manutenção dos programas ambientais.

É possível realizar essa comunicação através de informativos, anúncios em rádio e jornal, site da empresa e, claro, na própria embalagem dos produtos. Para o público interno, ainda é possível trabalhar com placas e faixas de sinalização dentro do local de trabalho.

2. A importância da embalagem para a marca

A embalagem é um item importante no posicionamento da marca. Isso porque, além de proteger, estocar e transportar o produto, ela é um ponto forte de comunicação com o cliente. Nela são encontradas todas as informações técnicas necessárias, mas não somente isso. As cores, imagens e fontes escolhidas são uma maneira de demonstrar os valores da empresa e iniciar o processo de conversão de vendas.

Em muitos casos, a embalagem é o primeiro contato do consumidor com a marca. Na maioria das vezes, é o modo mais frequente de interação. Por isso, o processo de criação, desenvolvimento e produção deve ser levado muito a sério, procurando sempre por parceiros e fornecedores de qualidade.

Vantagens de investir no design de embalagens

A empresa que opta por investir no desenvolvimento e design de embalagens consegue muitas vantagens, já que uma boa peça tem várias funções importantes:

  • demonstra o cuidado da empresa com o seu produto;

  • atrai a atenção do consumidor na gôndola;

  • despertar o desejo de compra, trazendo uma promessa;

  • informa o diferencial do produto frente aos concorrentes;

  • estimula o trabalho da equipe de vendas;

  • facilita a negociação com empresas revendedoras;

  • continua influenciando o consumidor após a compra;

  • incentiva a fidelização de clientes;

  • diminui os custos de produção, através da otimização dos processos;

  • aumenta os números de vendas.

Como fazer uma boa embalagem

O primeiro passo é contar com profissionais especializados para o desenvolvimento da embalagem. Tanto a parte estrutural quanto a comunicação devem ser pensadas cuidadosamente.

As características do produto, o tipo de exposição para o mercado e o modo de transporte devem ser considerados ao escolher o material para embalagem. Isso vai garantir que tudo chegue à prateleira em perfeitas condições. É esse processo, também, que permitirá o uso adequado e de acordo com as necessidades.

Definidas características, é importante realizar a prototipagem das embalagens. Os primeiros testes vão validar as escolhas feitas durante o processo de desenvolvimento. É possível conferir, além das questões técnicas de uso, se as cores, formas e acabamentos estão de acordo com o esperado.

Outro ponto importante é realizar pesquisas com consumidores. Grupos de testes são muitos úteis e algumas empresas oferecem serviços profissionais de avaliação. Entretanto, se o seu negócio ainda não tem como bancar essa estrutura, é possível realizar a verificação direta com alguns clientes especiais.

A partir da aprovação de todos os aspectos da embalagem, chega a hora de produzir e aqui o cuidado não deve ser relaxado. Acompanhar a qualidade do fornecedor e conferir frequente as entregas são atitudes que garantem que você receberá exatamente aquilo que foi projetado.

Este é um passo muito importante, já que uma embalagem mal impressa, com material de baixa qualidade ou com falhas na execução pode colocar em risco a imagem da sua empresa, passando a impressão de desleixo com o consumidor.

Além disso, falhas na produção podem comprometer a qualidade e a conservação do produto, levando até a sua inutilização.

3. O que torna uma embalagem sustentável?

Como vimos no início deste post, a sustentabilidade é focada na produção garantindo a preservação dos recursos para as próximas gerações. Assim, ao pensar em uma embalagem sustentável, é preciso levar em consideração três pilares: social, ambiental e o econômico.

Além disso, o ciclo de vida da embalagem deve ser analisado para que se tenha o panorama geral do seu impacto no planeta.

No entanto, é preciso entender que não existe um processo de produção completamente sustentável. A sustentabilidade é uma jornada em busca das melhores opções para aperfeiçoar as técnicas e reduzir ao máximo o impacto no meio ambiente.

Por isso, se você deseja incorporar a sustentabilidade no processo de criação e produção de embalagens, precisa prestar atenção a alguns pontos fundamentais.

Economia de recursos na produção

Avalie cada componente da sua embalagem com cuidado. Faça encontros com a equipe de desenvolvimento e questionem-se a possibilidade de realizar alterações para consumir menos material sem comprometer a integridade do produto.

Reduzir a espessura de garrafas, o tamanho dos manuais de instrução e pensar em rótulos dupla face, por exemplo, são algumas das opções encontradas por empresas para melhorar este aspecto.

Inovação na concepção do projeto

As novas tecnologias nos maquinários e materiais estão permitindo que as empresas usem menos materiais para criar embalagens múltiplas, pacotes e paletes. Também já é possível pensar em soluções que minimizem o desperdício no nível do varejista.

Usar a criatividade para buscar alternativas de embalagem e distribuição de produtos garante que sejam usados somente os recursos necessários, sem desperdício.

Possibilidade de reaproveitamento

Sempre que possível, pense em embalagens que possam ter um outro uso por parte do consumidor. O reaproveitamento direto garante uma maior vida útil para os materiais, reduzindo a produção de lixo e o impacto ambiental.

Esta estratégia garante também uma melhor divulgação da sua marca, já que o cliente permanece por mais tempo em contato com ela.

Favorecimento da reciclagem

Uma das maneiras mais eficazes de economizar na fabricação de embalagem é por meio da reciclagem. Embora muitos materiais, como papelão e plástico, possam ser facilmente reciclados, isso não acontece com outros itens.

Muitas vezes, revestimentos, etiquetas e outros elementos adicionados para melhorar a funcionalidade ou estética da embalagem podem tornar o processo de reciclagem mais difícil. Por isso, é importante avaliar o projeto e garantir que haja uma boa relação custo/benefício.

Facilidade de decomposição

É importante aceitar que não existe a possibilidade de zerar a emissão de resíduos na natureza. Por isso, uma embalagem sustentável deve prezar por materiais biodegradáveis. Eles vão facilitar a decomposição, gerando um menor impacto e prejuízo ao meio ambiente.

Ajuste de quantidades para o consumo

Outra função importante das embalagens sustentáveis, especialmente para a área alimentícia, é contribuir para a diminuição do desperdício de produto. Porções pensadas para uma única pessoa, por exemplo, são uma tendência.

Cada vez mais encontramos pessoas que moram sozinhas ou em pequenas famílias. Por isso, embalagens pensadas especialmente para este público são mais econômicas e sustentáveis.

Conhecimento da origem da matéria-prima

Cada vez mais, os consumidores estão atentos à transparência nos processos da empresa. Por isso, é importante certificar-se de que os suprimentos usados na fabricação têm uma origem responsável.

A fabricante de brinquedos Mattel, por exemplo, recebeu duras críticas do Greenpeace, que a acusou de usar embalagens de papelão que continham quantidades significativas de madeira das florestas tropicais da Indonésia. A partir daí, a Mattel criou regras para o abastecimento sustentável de matéria-prima.

Uma maneira de monitorar a origem da matéria-prima é através das certificações. No caso do papel, por exemplo, existe o FSC, que controla o manejo das florestas usadas na produção de celulose.

Valorização a mão de obra

Faça um acompanhamento da mão de obra usada por seus fornecedores. Garantir que os empregados recebam tratamento digno e dentro das leis trabalhistas evita que futuros escândalos prejudiquem a imagem da sua empresa.

Valorize, também, os seus funcionários. Entenda suas necessidades e ouça suas opiniões. Muitas vezes, quem está mais próximo do processo produtivo é capaz de oferecer as melhores saídas. Se quiser ir mais a fundo neste aspecto, estude a possibilidade de criar um grupo para geração de ideias e solução de problemas: você irá se surpreender.

Conhecimento dos critérios de mercado para desempenho e custo

Para que sua empresa continue a sobreviver e prosperar, quaisquer melhorias adicionais terão de ser alcançadas dentro dos limites de custo e sem sacrificar critérios de desempenho aceitáveis. É preciso, ainda, respeitar as regulamentações ambientais rigorosas que podem gerar uma despesa extra ao negócio.

As embalagens sustentáveis, no entanto, têm ajudado empresas a melhorar a qualidade e aumentar a rentabilidade, atendendo à procura crescente de produtos ecologicamente corretos ​​e com impacto ambiental reduzido.

4. Tipos de embalagens sustentáveis

É possível pensar a sustentabilidade em diversos aspectos. Reaproveitamento, economia de recursos e reciclagem são os itens mais comuns, como vimos até agora. Por isso, ao pensar nos diferentes tipos de embalagens, é essencial que você considere as características do seu produto.

Alguns setores apresentam mais facilidade para abordar um ou outro aspecto do processo sustentável de criação de embalagens. Para inspirar, confira alguns tipos de escolhas que podem ser feitas.

Embalagens compactas

Uma das opções mais simples é reduzir o número de itens que compõem a sua embalagem. Um bom exemplo é o caso da Puma, que criou uma caixa de tênis que já serve como sacola. Aqui, a vantagem vai além da economia, já que embalagens personalizadas são uma ótima maneira de divulgar a sua marca.

Embalagens que facilitam o consumo

Várias empresas têm focado no desenvolvimento de embalagens que evitam o desperdício do produto. É o caso da Natura com a sua linha Sou. O material escolhido garante os shampoos, condicionadores, sabonetes e hidratantes sejam usados até a última gota.

Esse é um dos maiores ganhos para a imagem da empresa, já que demonstra uma preocupação não só com o meio ambiente, mas com a economia gerada para o cliente.

Embalagens que dispensam outros utensílios

Quanto menor a porção, mais material é usado, proporcionalmente, para embalá-la. Entretanto, esta questão pode ser vista por um outro ângulo.

O uso de medidas individuais evita que o consumidor desperdice alimento, por exemplo. Evita, também, que sejam usados outros itens para subdividir as porções, o geraria mais lixo. Um exemplo disso são as embalagens de iogurte com cereais, como esta da Nestlé, que deixa o consumo mais prático.

Embalagens que economizam material

Em contrapartida ao tópico anterior, embalagens com grande quantidade de produto podem ser benéficas para uso em grande escala. Pensar em opções para empresas, escolas, hospitais ou até mesmo famílias numerosas é uma maneira de reduzir o impacto ambiental de resíduos.

Embalagens recicláveis

Esta é, muito provavelmente, a primeira forma de embalagem sustentável que vem à mente de qualquer pessoa. Ela é, realmente, muito importante, já que a reciclagem é um fator essencial para a manutenção do meio ambiente.

Os tipos mais comuns são as embalagens de papelão e PET. Entretanto, vale lembrar que materiais como metal e vidro também são facilmente recicláveis.

Como a sustentabilidade é um processo de produção, ela terá influência em diferentes níveis da criação de uma embalagem. Dependendo das escolhas feitas, o resultado pode ser um produto com maior ou menor impacto ambiental.

5. Quais as vantagens de contar com uma embalagem sustentável?

As práticas de sustentabilidade podem aumentar o retorno econômico e gerar uma imagem positiva para as empresas e seus produtos. A capacidade de fornecer uma embalagem que atenda aos objetivos dos clientes e melhore sua experiência de compra aumenta a confiabilidade da empresa.

Alguns outros aspectos podem ser levantados como pontos positivos do uso de embalagens sustentáveis.

Retorno financeiro

O cuidado com controle de desperdício no processo de produção garante uma economia para a empresa. A possibilidade de reciclagem e reaproveitamento também reduz o custo de fabricação das embalagens sustentáveis.

Logo, é possível produzir mais gastando menos e aumentando o retorno financeiro para o seu negócio.

Diferencial competitivo

O melhor rendimento financeiro também possibilita um diferencial competitivo. Afinal, é possível ter mais flexibilidade na formação do preço final, favorecendo a estratégia de posicionamento da marca.

O uso de embalagens sustentáveis também influencia na percepção do consumidor sobre o produto e a marca, agindo diretamente no processo de decisão de compra.

Melhoria na percepção de valor da marca

A imagem da marca também ganha muito com o uso das embalagens sustentáveis. A preocupação com o meio ambiente e a comunidade têm cada vez mais ocupado a mente do consumidor e seu comportamento é um reflexo disso.

As empresas “amigas da natureza” possuem mais chances de receberem indicações para novos clientes e geram maior engajamento da comunidade, facilitando as ações de marketing de conteúdo e social media.

Relacionamento com a comunidade

A implantação de um processo de produção de embalagens sustentáveis passa, necessariamente, por um maior contato com a comunidade. Afinal, entender e respeitar a realidade das pessoas envolvidas com o seu negócio é essencial para um processo realmente verdadeiro de respeito ambiental.

Com isso, a população passa a ter um maior respeito pela empresa, melhorando o relacionamento e facilitando o gerenciamento de crises.

Reconhecimento em forma de premiações

Os órgãos e entidades reguladoras do meio ambiente também tem um forte impacto na imagem da marca. Eles costumam premiar ações que buscam a sustentabilidade dentro dos processos de produção da empresa.

Embora ganhar um prêmio não deva ser a única motivação para a busca da sustentabilidade, o reconhecimento público pode ajudar a aumentar a credibilidade da empresa no mercado. Essas conquistas podem — e devem! — ser comunicadas para os clientes. As embalagens são um ótimo meio para isso.

Colaboração com a educação ambiental

O uso de embalagens sustentáveis é uma ótima maneira de conscientizar a população sobre a importância da preservação dos recursos naturais. O exemplo é a melhor maneira de ensinar e as empresas têm um papel fundamental neste processo.

As embalagens com este apelo incentivam o consumidor a fazer sua parte e realizar o descarte correto dos resíduos, assim como o encaminhamento para a reciclagem. Quanto mais fácil for para o seu cliente, mais ele vai fazer pelo meio ambiente e, assim, todos saem ganhando.

Se você ainda está em dúvidas sobre investir ou não em embalagens sustentáveis, tenha a certeza de que sua empresa não sairá perdendo de maneira alguma. Desde que as adaptações sejam feitas respeitando as suas condições financeiras, as características do mercado e sem colocar em risco a viabilidade do seu negócio, você só tem a ganhar.

Além de melhorar o desempenho do seu produto, você ganhará pontos valiosos na conquista e manutenção de seus clientes. A satisfação e engajamento dos empregados também costuma ser maior em empresas que respeitam o meio ambiente e priorizam a preservação dos recursos.

A sustentabilidade não tem uma forma definida de certo e errado. Ela é um processo de produção e consumo que visa diminuir o impacto ambiental. Logo, existem grandes variações entre os níveis alcançados.

As escolhas para sua empresa vão depender das características do seu produto e público-alvo. O importante é entender que, no atual cenário socioambiental, ignorar o panorama da sustentabilidade é perder diferencial competitivo.

Mais do que preservar o meio ambiente, é preciso que as mudanças sejam coerentes e possíveis de serem mantidas a longo termo. A saúde da sua empresa é essencial! Não se esqueça, também, da importância da comunicação no processo da sustentabilidade.

Analise sua empresa, conheça seu produto e saiba tudo sobre os seus clientes. Os benefícios de um processo de produção de embalagens sustentáveis são ainda mais evidentes quando as reais necessidades do consumidor são atendidas.

E então, o que você achou das informações que trouxemos? Ficou com alguma dúvida, tem alguma sugestão ou bons exemplos de embalagens sustentáveis? Então, não deixe de compartilhar com a gente no espaço de comentários e continue acompanhando o nosso blog para ficar por dentro de outros posts como esse!