Muito se fala em sustentabilidade, mas para alguns negócios isso ainda é uma realidade distante. Seja pela falta de conhecimento ou pela dúvida na hora de colocar conceitos em prática, muitos gestores ainda têm dificuldade de tornar sua empresa sustentável.

Entretanto, esse caminho pode ser mais fácil do que parece. Primeiro, é preciso ter em mente que a sustentabilidade não trata somente das questões ambientais. Os aspectos sociais são importantíssimos neste contexto.

Para te ajudar nesta tarefa, preparamos este post com 8 dicas para tornar a sua empresa sustentável. Vamos conferir?

1. Economize recursos

A primeira dica é uma das mais óbvias: é preciso economizar. A produção de energia e o tratamento de água geram um impacto financeiro e ambiental considerável. Logo, reduzir o seu consumo colabora com a preservação dos recursos e diminui gastos.

Mas estas não devem ser as únicas fontes de preocupação. Todos os itens consumidos dentro de uma empresa devem ser usados com moderação, de acordo com a real necessidade.

É comum encontrar desperdício de materiais de limpeza, alimentos e itens de papelaria no escritório, por exemplo. Para evitar essas atitudes, crie campanhas de incentivo e conscientização sobre o consumo entre a equipe e não se esqueça de dar o exemplo!

2. Estude o desenvolvimento dos produtos

A economia de recursos deve ser levada também para o desenvolvimento de produtos. Desde a concepção, as linhas devem ser pensadas para trabalhar com a matéria-prima de boa procedência e sem desperdício.

É possível estudar processos que permitem o reaproveitamento de materiais, garantindo que haja menos sobras. A redução de detritos é um fator importante para uma empresa sustentável.

Esse pode ser um dos pontos mais delicados na transição de um negócio. Entretanto, não é um obstáculo intransponível. Contar com profissionais capacitados e engajados nessa causa é uma ótima maneira de promover a mudança.

3. Invista em embalagens sustentáveis

Uma parte importante do processo de produção é o desenvolvimento das embalagens. Para investir em uma cultura sustentável, é preciso estar atento à escolha do material, o formato e a técnica utilizada.

As opções disponíveis no mercado são variadas e algumas delas possuem um impacto ambiental menor. Pesquise todas as possibilidades para o seu tipo de produto e procure por um fornecedor que atenda os requisitos necessários.

Investir em embalagens sustentáveis é uma maneira de usar os recursos disponíveis com inteligência e consciência coletiva.

4. Controle o impacto social e ambiental

Este movimento em busca de um processo mais sustentável acaba influenciando no impacto que a empresa realiza na comunidade. Questões ambientais e sociais podem, e devem, ser consideradas.

Todo negócio está inserido em um contexto social e pessoas lidam diariamente com as consequências dele. Uma fábrica que produz altos níveis de ruídos, por exemplo, impacta diretamente na qualidade de vida da comunidade.

Por isso, além de controlar a emissão de resíduos que prejudicam o meio ambiente, é preciso pensar nas pessoas que trabalham na empresa e vivem ao seu redor.

Uma boa dica aqui é analisar o funcionamento da sua empresa e procurar entender em que aspectos ela pode estar influenciando o dia a dia de quem está por perto.

5. Relacione-se bem com a comunidade

Além de controlar o impacto negativo da sua empresa na comunidade, é preciso investir nos benefícios que ela pode oferecer às pessoas.

Abrir um canal de comunicação para receber as manifestações da população local é uma ótima opção. Assim, você fica sabendo como está a imagem do seu negócio e recebe as dicas do que pode ser melhorado.

Uma ação que costuma trazer bons resultados é a participação em festas e eventos locais. Patrocinar algumas atividades culturais da sua região é uma maneira de criar bons laços de relacionamento.

Quanto mais próxima for a relação entre pessoas e empresa, mais benefícios as duas partes obterão.

6. Busque parceiros que valorizem uma empresa sustentável

Toda esta movimentação em busca da construção de uma empresa sustentável fica mais fácil quando se conta com os parceiros certos.

Procure por fornecedores, prestadores de serviço e consultores que valorizem a cultura da sustentabilidade. Com todos trabalhando na mesma sintonia, fica muito mais fácil atingir os resultados desejados.

Sempre que possível, dê preferência aos clientes que também valorizam estas iniciativas. Eles vão reconhecer mais facilmente os valores financeiros e sociais que o seu produto oferece.

7. Organize o seu negócio

Todas as ações em busca de uma empresa sustentável devem estar previstas no plano de negócios. É ele que vai guiar as atividades e manter a viabilidade desta nova maneira de gestão.

Analise custos, reveja processos e crie um cronograma de ações. Nem todas as mudanças podem ser feitas imediatamente e planejar a implementação por etapas é a garantia de sucesso.

Envolva todos os setores da empresa no planejamento e execução destas ações. O engajamento da equipe é essencial para que as mudanças aconteçam com tranquilidade e sem resistência.

8. Divulgue a sua marca

Por fim, não deixe de divulgar suas ações sustentáveis. O reconhecimento do mercado é importante na geração de valor para a marca. Com o reconhecimento dos clientes, a tarefa fica mais rentável e gratificante.

As mudanças no processo de produção geram ótimas pautas para a imprensa, tanto local quanto nacional. Isso é o que chamamos de mídia espontânea e é uma maneira eficiente de conseguir divulgação sem custos.

Outra opção é investir em peças publicitárias, mídias sociais e site. Alguns panfletos ou folders distribuídos na comunidade também são eficientes. A própria embalagem pode ser usada como meio de comunicação com os clientes, fique atento!

Investir em ações que transformem a empresa, tornando-a mais sustentável pode parecer trabalhoso no início. Entretanto, quando planejadas e estruturadas, estas atividades podem acontecer de maneira tranquila e natural.

Para conseguir este resultado, invista em estudos e realize as mudanças de acordo com o cronograma proposto. Desta maneira, seu negócio crescerá dentro da cultura da sustentabilidade, criando uma cultura permanente.

Seguindo as dicas que trouxemos, você perceberá que este processo pode ser mais simples do que parece. Ficou com alguma dúvida? Tem algum caso de sucesso para compartilhar conosco? Deixe seu comentário!