Saber o que é newsletter não é nada complicado e só de lembrar da sua tradução — boletim informativo — já dá para ter uma ideia do seu significado. De qualquer forma, pode-se conceituar newsletter como qualquer mensagem informativa enviada de uma empresa ou organização por SMS ou e-mail — que é o mais usual, para uma lista de contatos que aceitaram receber os conteúdos.

Para não ser confundida com mala direta, é importante destacar que a newsletter não trabalha somente com ofertas e promoções, mas sim com conteúdos informativos, educativos, de entretenimento e que não tenham apenas o foco em vender.

O principal objetivo da newsletter é fortalecer o relacionamento com prospects, leads e clientes. É uma forma de manter proximidade com o público, nutri-lo com conteúdos relevantes e, a todo momento, gerar valor para ele.

Após essa noção inicial, começaremos a nos aprofundar sobre a relevância da newsletter e como utilizá-la em seu negócio. Continue acompanhando!

Entenda a importância da newsletter para a sua empresa

Pense que você tenha uma loja física e uma virtual de vestuário masculino, feminino e infantil. Uma pessoa acessa o seu e-commerce, dá uma conferida em suas ofertas, mas, como não pode comprar naquele momento, prefere se cadastrar em sua lista para receber novidades, promoções e outros conteúdos por e-mail.

A função da newsletter, a partir desse ponto, é nutrir esse novo contato com informações relevantes que o mantenha ligado à sua loja. O negócio aqui é fazer com que o público sempre se lembre de que sua marca tem os produtos que ele tem interesse.

A newsletter deve manter um lead aquecido para gerar tráfego ao seu blog, compartilhar seus conteúdos em redes sociais, fazer marketing boca a boca e começar/continuar a comprar em sua empresa.

Se um contato não cumpre nenhum desses requisitos, ou seja, não interage com os seus envios, não tem motivo para mantê-lo em sua lista e investir em algo que não gera retorno algum.

Outras vantagens que reforçam a importância das newsletters são:

  • Alta taxa de abertura de e-mails;

  • Custos baixos;

  • Produção simples: a maioria das plataformas de envio possui modelos prontos e sistemas de drag and drop (copiar e colar);

  • Totalmente mensurável;

  • Comunicação um para um com o público;

  • Posiciona a marca como referência na área de atuação: conteúdo que agrega valor para o lead resulta em reconhecimento e compensação.

Aplique as melhores práticas de envios de newsletter

Antes de implementar essa estratégia, vale conferir os cuidados necessários para executar uma campanha saudável, isto é, que gere valor para o público e para o seu negócio. Confira:

Escolha uma plataforma de envios

Servidores como Gmail, Outlook e Yahoo não foram feitos para enviar e-mails em massa. Até para ter a garantia de um disparo seguro e que chegará na caixa de entrada dos seus contatos, o recomendável é a contratação de uma plataforma de envios. Serviços como o MailChimp, Amazon SES e E-goi asseguram uma produção de newsletter sem dificuldades, eficiência na entrega de e-mails e relatórios com os resultados.

Peça permissão

O envio de newsletters só faz sentido se os contatos derem autorização. Compra de lista ou o uso dos e-mails de clientes que não permitiram é antiético e pode denegrir a sua marca. Portanto, sempre que for realizado um cadastro, na loja física ou virtual, deixe que o público decida se quer fazer parte da sua lista ou não. No site ou no blog, você pode criar caixas para assinaturas ou mesmo landing pages para motivar o cadastro em troca de um e-book, por exemplo.

Dê a opção para o contato sair da lista

A liberdade que uma pessoa tem para escolher se ela se cadastra ou não é a mesma que ela tem direito para querer sair. Logo, em todos os e-mails enviados, você deve oferecer uma opção de descadastramento.

Envie conteúdos de qualidade

Conteúdo de qualidade é aquele que entretenha, eduque ou ajude o público a resolver um problema que esteja relacionado à sua área de atuação e/ou à sua oferta. Retomando ao exemplo da loja de vestuário: uma mulher que visita o e-commerce e se cadastra na lista pode ter dúvidas sobre qual peça escolher pelo melhor preço.

Desse modo, a newsletter deve enviar mensagens do tipo: “os melhores conjuntos sem gastar mais que R$100” ou “como se vestir bem sem gastar muito?”.

Segmente sua lista

Mas aí você pode nos perguntar o que fazer para saber se a mulher que se cadastrou na lista da loja de vestuário está procurando roupas boas e baratas. É aqui que entra a questão da segmentação. Como o e-mail é um canal muito direto de comunicação, ele terá maior relevância se os conteúdos forem mais personalizados.

Para isso, é importante coletar, além do e-mail, o nome, idade, perfil de compra, interesses, cidade, etc. Se não der no momento do cadastro, você pode enviar um questionário no primeiro envio para descobrir mais características da pessoa que acabou de se tornar um contato.

Mantenha uma periodicidade de disparos

A frequência ideal de envios é aquela na qual a sua newsletter não caia no esquecimento e nem seja chata para os contatos. É interessante, nesse caso, perguntar para a sua base para descobrir qual a rotina de disparos mais adequada. Você pode criar diferentes fluxos para preferências diversas encontradas na lista, como, por exemplo, um grupo para enviar 3 vezes por semana, um grupo com 1 por semana e outro com 1 a cada quinze dias.

Capriche no assunto do e-mail

A importância do assunto está em chamar a atenção do usuário para a abertura do e-mail, visto que sua mensagem dividirá espaço com muitas outras nas caixas de entradas. Evite títulos que não esclareçam muito sobre o assunto, como “Clique aqui e saiba mais” ou “Descubra o que separamos para você”. Pense em um resumo do seu conteúdo principal ou dê um nome para sua newsletter e coloque a edição de envio.

Monitore o desempenho das suas newsletters

A mensuração é fundamental para descobrir o que tem dado certo ou errado em seus envios. Como ela é feita em tempo real, você pode ajustar suas campanhas para que elas voltem a produzir os resultados esperados. A análise ajuda a descobrir os melhores conteúdos, horários e dias de envio, títulos de assunto, chamadas para ação e outros detalhes. Para isso, é relevante ficar de olho em métricas como:

  • Taxa de entrega;

  • Taxa de abertura;

  • Taxa de cliques;

  • Descadastramentos;

  • Tráfego redirecionado para o site;

  • Taxa de conversão;

Cuide do design do e-mail

Em relação ao visual da sua newsletter, algumas dicas podem ser seguidas para agradar aos usuários. São elas:

  • Personalize as cores e o layout de acordo com a identidade visual da marca;

  • Insira o logo da sua empresa no cabeçalho para reforçar a imagem na mente do público;

  • Não escreva textos longos. Em vez disso, faça pequenos resumos e posicione um link para que o contato acesse em seu site ou blog;

  • Certifique-se de que o layout é responsivo, ou seja, é adaptável a telas menores. É preciso garantir que usuários de smartphones e tablets consigam ler sua newsletter sem maiores dificuldades.

Automatize os envios

A automação de e-mail marketing é imprescindível para reduzir o trabalho manual, evitar o gerenciamento dos contatos com planilhas e garantir uma entrega assertiva. Caso seja feita uma integração com um software de CRM, será possível coletar e estruturar os dados dos contatos com base em suas interações com a empresa. Assim, é mais fácil a criação de fluxos customizados de envio e o entendimento dos interesses do público é otimizado.

Em tempos nos quais o mercado valoriza tanto o compartilhamento de bons conteúdos, a newsletter aparece como a ferramenta de marketing mais apropriada para disseminar informações interessantes para o público de forma direta e personalizada. É um instrumento com o papel de criar, sustentar e renovar os vínculos de uma empresa com os seus leads e clientes, pois a partir de bons relacionamentos que uma marca se torna forte e excelentes negócios são produzidos.

Agora que você já sabe o que é newsletter e como ela importante para melhorar o relacionamento com os clientes, que tal se cadastrar em nossa lista? Assine o quanto antes para receber mais conteúdos sobre marketing em seu e-mail!