Um dos seus maiores anseios das organizações é garantir a estabilidade financeira. Pensando nisso, é comum encontrar impasses ao planejar objetivos, traçar metas e determinar as projeções de uma empresa. Ainda assim, a maneira ideal de concretizar esse propósito é programando um orçamento empresarial bem estruturado.

Apesar disso, no momento de fazer esse planejamento, muitos empreendedores pecam ao deixar de lado o investimento em embalagens personalizadas. No post de hoje falamos sobre a importância de incluí-las no orçamento empresarial e como isso pode ser feito de maneira saudável para o negócio. Vamos lá!

Os benefícios das embalagens personalizadas

As embalagens personalizadas não devem ser vistas como um aspecto secundário ou como um acessório que serve apenas para empacotar e conservar seus produtos. Na verdade, elas precisam ser criadas de maneira estratégica com o objetivo de transmitir os valores e o conceito da marca de forma efetiva.

Afinal, elas são responsáveis pelo contato mais tangível e concreto entre a companhia e o consumidor. Por esse motivo, devem reforçar as características da organização que são importantes para o público-alvo.

É exatamente por isso que as embalagens devem ser encaradas como um complemento da marca e, paralelamente, como uma mídia essencial nas estratégias comerciais. Aliás, um dos maiores benefícios de uma embrulho personalizado é que, quando bem planejado, ele agrega valor ao produto, cativa a clientela, cria curiosidade, influencia e incentiva o consumidor a conhecer ou voltar à loja.

Ou seja, é uma forma de fidelizar o público-alvo e ainda fazer que ele se torne propagador da marca. Assim, ele vai indicá-la de forma direta em seu círculo social, bem como carregar a embalagem da empresa por aí — o que caracteriza uma propaganda indireta.

Esse pacote também pode ser um meio de comunicar ofertas, promoções ou até mesmo um agradecimento, que vai encantar os consumidores e fazê-los se sentirem especiais e mais próximos da companhia. E mais: se o objetivo for propagar atitudes as positivas da empresa, como ações ligadas a sustentabilidade, por exemplo, a embalagem é um ótimo meio de comunicá-las.

Existem várias maneiras de fazer isso: desde a escolha de uma opção feita de produto reciclável ou biodegradável até a aposta em um formato e um material que permitam que ela seja reaproveitada para outros fins. Ficou claro o quanto esse aspecto é essencial para o sucesso do negócio? Veja, a seguir, por que as embalagens devem ser inclusas no seu planejamento.

Sua importância no orçamento empresarial

Uma vez que os pacotes personalizados são essenciais em uma estratégia de vendas bem elaborada, é indispensável considerá-los no momento de planejar os investimentos a serem realizados a cada nova campanha, ação, ou no próprio orçamento geral da companhia.

Para serem desenvolvidas de maneira satisfatória — e que traga retorno para a organização —, as embalagens exigem recursos financeiros. Afinal, são mais um dos meios, entre tantos outros, usados para compor uma campanha de marketing e publicidade com o objetivo de aumentar as vendas.

É preciso pesquisar muito, garantir o melhor custo-benefício e assegurar que o resultado final seja o ideal para o público do seu negócio. Empresas de pequeno e médio portes, principalmente, que têm recursos limitados, não podem perder esse investimento aplicando-o na opção errada.

As formas de incluí-las no planejamento

Custo embutido no preço do produto

Alguns quesitos são essenciais para determinar o preço de um produto para o cliente final. A princípio, considera-se o custo unitário da mercadoria levando em conta não só o item em si, mas também a embalagem e os demais materiais e aplicações necessários para compor a forma como ele será apresentando no mercado.

Os custos fixos da empresa para se manter também devem ser levados em conta. Além disso, é preciso saber quais são as despesas relacionadas ao processo de produção, ao transporte, à entrega da mercadoria e, até mesmo, eventuais taxas adicionais que possam surgir (de acordo com a forma de pagamento escolhida, por exemplo).

Geralmente, esses custos, tanto fixos quanto variáveis, são pagos com o lucro obtido pelo negócio. Considerando que o gasto com embalagem está embutido nessa conta, é possível fazer o controle diluindo-o no mix de produtos. Outra opção é estimar um preço final que permita que esse custo seja coberto.

Nesse processo, é indispensável respeitar a estrutura de preços já determinada pela empresa para garantir que o lucro do negócio seja mantido. Não é saudável, por exemplo, desvalorizar a mercadoria, já que isso pode acarretar até mesmo em prejuízo — ao contrário do que muitos podem supor.

Considerá-las como parte da publicidade

Outra maneira de planejar o investimento em embalagens personalizadas é incluí-las no orçamento do setor de marketing. Entretanto, para defini-lo de maneira adequada, é preciso se atentar a alguns pontos.

Observe as tendências de mercado e as pesquisas que indicam quais aspectos são mais buscados para o seu segmento. É fundamental adequar essas demandas ao plano de publicidade, bem como levar em conta qual seria o papel da embalagem nessa estratégia e quais mensagens a organização pretende propagar ao usá-las.

Acompanhe também dados mercadológicos de empresas de consultoria, que exibem indicadores pertinentes, para decidir qual a melhor estratégia a ser usada em cada caso. Lembre-se de que, nesse contexto, as embalagens de entrega (que são necessárias para e-commerces, por exemplo) também entram em jogo e têm um papel a cumprir. Sua estratégia precisa cobrir essa demanda da mesma maneira.

Assim como em toda estratégia, é essencial que sejam definidos objetivos e metas a serem atingidos pelas adequações feitas nas embalagens. Após apresentar a proposta ao mercado, é crucial fazer pesquisas de satisfação com os clientes para entender como ela está sendo recebida por eles.

É possível questioná-los, por exemplo, quanto à aparência, à funcionalidade, à qualidade e outros. Essas pesquisas servem, ainda, para traçar o perfil da clientela e obter informações essenciais para futuros aprimoramentos.

Você acaba de conferir a importância de investir em embalagens personalizadas e as formas adequadas de incluí-las no orçamento empresarial. Deixe nos comentários as suas impressões sobre esse tema ou compartilhe sua dúvida!