O marketing de varejo é o conjunto das inúmeras atividades empreendidas por um varejista para promover a consciência de marca e as vendas dos produtos de sua companhia.

Embora faça uso dos princípios comuns do mix de marketing — produto, preço, local e promoção —, ele difere dos outros tipos de marketing por componentes específicos, como a venda de produtos em pequenas quantidades para o consumidor final a partir de um local fixo.

Seu estudo também inclui estratégias de merchandising eficazes, comportamento do consumidor, branding e publicidade. Ele é particularmente importante para pequenos lojistas que precisam competir com grandes cadeias de vendas.

Neste post, vamos compartilhar os maiores segredos do marketing de varejo para alavancar suas vendas e conquistar cada vez mais clientes. Acompanhe!

1. Dê às pessoas motivos para frequentar sua loja

A principal tarefa do marketing de varejo é dar às pessoas um motivo para comprar em sua loja. Realizar eventos exclusivos, vender produtos limitados, oferecer embalagens criativas e distribuir cupons com prazo de validade são algumas das estratégias utilizadas para colocar os consumidores em contato com seu negócio.

Invista em promoções divertidas, oferecendo descontos exclusivos para compras de mais de um item. Crie vitrines atrativas e bem iluminadas, que sejam capazes de atrair mesmo o mais distraído dos pedestres. Faça de suas embalagens um diferencial, para que todos que entrem em contato com elas ou as vejam nas ruas possam saber onde aquele produto foi adquirido.

Se sua loja não tem um bom espaço de exposição, use as redes sociais como uma vitrine interativa e divulgue as experiências positivas de seus clientes. Isso certamente chamará a atenção de novos consumidores.

2. Proporcione experiências de consumo positivas

Nos últimos anos, passamos de uma economia baseada na escassez de bens e serviços para uma de abundância, ou seja, há muito pouco para sua empresa vender que não possa ser obtido em outros lugares. Por isso, um dos segredos do marketing de varejo é concentrar-se em como você vende seus produtos.

Uma experiência diferenciada é algo que não sai de moda e seus consumidores sempre terão motivos para retornar a uma loja em que se sintam queridos. Portanto, mais do que um ótimo atendimento, aspire à excelência em serviços.

Para competir com varejistas online, que podem oferecer rapidez, vários estilos, tamanhos e alta disponibilidade de produtos, sua empresa deve estar preparada para oferecer experiências memoráveis e gratificação imediata.

Crie um ambiente de imersão e treine seus vendedores para que tratem seus clientes com exclusividade. Eles são o rosto de sua companhia e têm de entender o que o negócio representa, e como podem contribuir ativamente para causar uma boa impressão.

3. Pesquise seu público, compreenda a concorrência e inove na aquisição de produtos

Não deixe de averiguar constantemente as suas vendas. Conheça seu estoque e a saída dos principais produtos e converse frequentemente com seus vendedores. Pesquise fornecedores, concorrentes e clientes. Descubra que fatia do público sua loja pretende ganhar, técnicas de venda diferenciadas e o motivo do sucesso de outros varejistas.

O que eles têm que você não tem? Seja uma linha de produtos exclusiva ou embalagens diferenciadas, dá sempre para aprender um pouco mais sobre seus sucessos e fracassos observando a concorrência!

Pesquisar é o melhor que você pode fazer para otimizar sua marca. Todos nós temos hábitos de compra diferentes, então gerentes de vendas devem focar inicialmente na segmentação de seus clientes mais leais para ter seu trabalho simplificado.

Ver dados sob a mesma luz que o consumidor torna possível compreender os principais fatores de desempenho do varejo.

4. Motive seus consumidores a agir agora mesmo

Para conseguir sucesso no marketing varejista, é preciso criar um senso de urgência. Se os clientes têm um tempo limitado para aproveitar suas ofertas, eles tomarão uma decisão em menos tempo. Esteja atento aos feriados e datas comemorativas, proporcionando diferenciais exclusivos para cada época do ano.

Seja o Dia das Mães ou dos Namorados, invista em embalagens únicas, com cara de presente, reorganize seus displays e crie vitrines especiais. Certifique-se de que os clientes se sintam estimulados a obter seus produtos o quanto antes, isso os motiva a agir.

Não se esqueça, também, que as lojas devem ser capazes de reabastecer seus inventários frequentemente, disponibilizando novos produtos em quantidades limitadas. Assim, podem criar atrativos que os e-commerces muitas vezes não têm.

5. Faça eventos em sua loja para aumentar o tráfego

É importantes fazer grandes e pequenos eventos para aumentar o movimento em sua loja. Eles criam tráfego e atraem clientes em potencial, fazendo com que seu negócio seja percebido por um público maior do que o de frequentadores.

Quando passamos na porta de um estabelecimento e ele está cheio de pessoas, somos impelidos a conferir o que está acontecendo. Se os eventos não são o seu forte, comece a mudar isso. Use sua audiência nas redes sociais para divulgar novas coleções e lançamentos, e pense em mimos exclusivos para quem sair da loja com um produto nessas ocasiões.

6. Conecte-se com seu consumidor on e offline

Hoje, boa parte de nós pesquisa os produtos que deseja adquirir na internet antes de tomar a decisão. Para conseguir conquistar esses consumidores, sua loja precisa de um bom website, mesmo que ainda não possua ou pretenda possuir um e-commerce. É que boa parte desse consumo pré-loja facilita as compras planejadas, educando seu cliente em potencial a respeito das qualidades de seus produtos.

Pensar em marketing digital não é só pensar em vender online, e sim em estender a experiência obtida na loja para o mundo virtual. Um bom site tem a localização da loja, as principais marcas e produtos que ela vende e muita informação extra que nem sempre poderia ser adquirida junto aos vendedores.

A maioria dos consumidores deseja concluir a transação na loja e usa esse espaço para decidir o que vai comprar. Prepare sua estratégia de SEO, crie um site convidativo e forneça materiais ricos a respeito de seus principais produtos para sincronizar o online e o offline.

7. Conte histórias visuais com suas vitrines

Já falamos de storytelling aqui no blog: para um bom marketing de varejo, esse recurso é fundamental. Suas vitrines e pontos de venda devem ser espaços que contam histórias e convidam o transeunte a conhecê-las.

Criando uma ligação emocional entre as pessoas e os produtos, sua loja certamente conseguirá melhores resultados!

Pronto para colocar essas dicas de marketing de varejo em ação? Então aproveite para nos contar de qual delas você mais gostou nos comentários!