Desde que a tecnologia passou a fazer parte do cotidiano das pessoas, o comportamento do consumidor vem assumindo novas facetas. A tecnologia evolui muito rápido e o público já está se habituando a acompanhar esse ritmo.

As tendências do varejo para 2018 trazem algumas novidades aliadas à expansão do e-commerce com oportunidades para aqueles que já se firmaram no mercado, bem como aos que estão começando a empreender.

No post de hoje, de olho nas boas perspectivas para esse ano, apresentamos 5 tendências que o varejo promete para 2018. Vamos conferir?

1. Personalização de serviços com foco na experiência do cliente

Que o mercado está cada dia mais competitivo já não é mais novidade há bastante tempo. A inovação agora está na personalização dos serviços, cada dia mais sofisticada. As marcas estão começando a entender que o cliente gosta de sentir-se valorizado, por isso, têm apostado muitas fichas nesse método de fidelização.

Com a ajuda da tecnologia e dos sistemas CRM — em bom português: Gestão de Relacionamento com o Cliente — ficou mais fácil para os varejistas conhecerem o seu público e, a partir disso, entregarem o serviço ou produto com o máximo de individualização possível, melhorando a experiência do consumidor.

Durante o relacionamento, cada detalhe faz muita diferença. O tratamento customizado por e-mail, telefonemas, a recepção na loja, alguns mimos criativos ou a pontualidade e cuidado com a entrega do produto a domicílio são fundamentais.

É dessa forma que a sua marca será memorizada. Lembre-se que o seu produto tem grandes chances de ser o mesmo oferecido por tantas outras empresas do mesmo segmento. Portanto, o diferencial deverá ser explorado na experiência que você oferece. Trate de transformá-la na mais agradável.

2. Práticas sustentáveis

Ações de sustentabilidade são muito valorizadas pelo consumidor atual. Isso é observado tanto dentro da organização, aplicadas à rotina do funcionamento da empresa, quanto nos serviços e produtos oferecidos.

O cliente atual está muito mais engajado com as práticas de sustentabilidade, mostrando-se cada dia mais atento à preocupação que as empresas demonstram com o meio ambiente.

 3. Varejo híbrido

Essa é uma forte tendência, que está amparada na ideia de reter o consumidor por mais tempo, explorando os diversos interesses de um determinado público. O que as lojas estão fazendo? Agrupando, no mesmo ambiente, objetos, roupas, acessórios e serviços direcionados ao mesmo perfil de cliente.

Por exemplo: em Berlim, na Alemanha, alguns locais instalam cafés que também são lojas de roupa e de artigos de música para um público específico. São pessoas que adotam um estilo próprio e gostam de consumir diversos itens em um mesmo espaço, até pela facilidade que isso representa.

Fazer essa mistura pode ser desafiador, mas é um conceito que vem ganhando visibilidade e aumentando o faturamento de muitas lojas.

4. Canais alinhados

Hoje, temos um novo perfil de público: o omniconsumidor, ou seja, aquele consumidor extremamente seletivo. Ele usa a tecnologia com desenvoltura para tomar a decisão de compra, por meio de inúmeros canais.

É possível que o cliente esteja no interior da sua loja física e, ao mesmo tempo, conectado ao seu site fazendo comparações de preços, cores, tamanhos etc. Outro motivo para o cliente estar na loja é a possibilidade de querer testar o produto antes de fechar a compra pelo site, onde as vantagens no custo são maiores.

5. Segurança e privacidade

As etapas que envolvem uma compra são muitas e todas requerem a captura de dados do cliente. Por isso, a garantia de segurança tem sido uma exigência cada vez maior.

Muita gente evita ao máximo disponibilizar as suas informações para empresas. Isso está levando a uma tendência de as pessoas procurarem por apps, sites e outros canais mais confidenciais e discretos, a fim de sentirem-se mais seguras.

Ultimamente, não basta oferecer o produto que o seu cliente procura, pois a maioria das lojas do mesmo ramo também oferece. As tendências do varejo que listamos apresentam um panorama do comportamento do novo consumidor. Fique atento e coloque-as em prática para posicionar-se melhor no mercado.

E você, já se deparou com essas tendências nas lojas que costuma fazer as suas compras? Então confira mais 8 tendências de cores e design para as embalagens dos seus produtos!